Estilista vista como uma artista conceitual funde alimentos e design em uma experiência sensorial com têxteis comestíveis.

Camilla Wordie, artista escandinava, se aprofundou em seu interesse pelas artes culinárias e traduziu os alimentos em superfícies têxteis, reestruturando e transformando a seleção de ingredientes em folhas finas comestíveis ao adicionar calor e misturar pigmentos, que desafiam os limites do design têxtil. Wordie usa a comida como um meio para re-inspirar os interessados por design com uma coleção funcional e intrigante. A apreciação da estética considerando a cor e a textura é o foco do projeto, e o que ajuda os materiais parecerem realistas, inclusive criando padrões. Entre os materiais interessantes e manipulados estão o macarrão, chocolate em pó e arroz, que dão origem a tecidos macios e comestíveis. Delicie-se abaixo e identifique as referências dos ingredientes em têxteis:

Fonte: Divaholic.