Medida foi tomada por designers de grandes grupos e teve adesão de nomes como Christian Dior, Gucci e Louis Vuitton

A A diversidade finalmente começa a encontrar espaço nas passarelas de moda. Recentemente, o estilista Ronaldo Fraga selecionou para seu casting da São Paulo Fashion Week (SPFW) pessoas de todas as idades e tipo físicos.

Agora, dois grandes grupos da indústria, LVMH e Kering – responsáveis por marcas como Christian Dior, Gucci, Louis Vuitton e Saint Laurent –, anunciaram que não vão escalar para os desfiles da Semana de Moda de Nova York (NYFW) modelos consideradas abaixo do peso ideal segundo o Índice de Massa Corporal (IMC).

As 33 marcas comandadas pelas empresas não desfilarão com pessoas que vestem tamanhos menores que 34 (feminino) e 44 (masculino). Os designers só vão contratar modelos que apresentem atestado médico comprovando que estão bem de saúde. E não para por aí. Os nomes por trás das grandes labels também terão que arcar com terapeutas e psicólogos para acompanhar os modelos enquanto estiverem trabalhando.

Essa é uma grande e positiva mudança no mercado, que é bastante criticado por promover medidas impossíveis de serem alcançadas. Entre as marcas que já receberam diversas críticas por estamparem moças e rapazes muito magros estão Gucci e Victoria’s Secret.

Fonte: Metrópoles.